Concelho Santa Maria da Feira

Assembleia Municipal

Assembleia Municipal
Janeiro 8, 2013 12:50 PM

Depois de notícias que davam conta de que há pessoas que esperam vários anos para que lhe seja atribuída uma habitação social no concelho da Feira, o BE propôs a resolução imediata do problema através de construção de nova habitação social e criação de bolsas de arrendamento a partir de casas devolutas no concelho. PSD e CDS chumbaram a proposta.

Assembleia Municipal
Janeiro 8, 2013 12:45 PM

O Bloco propôs, na AM de 28 de dezembro, a "aquisição de um projetor digital por parte da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira e sua instalação na Biblioteca Municipal". Sabendo que este é um instrumento fundamental para o Cineclube da Feira e para a continuidade da programação de cinema no concelho, o Bloco propôs a aquisição desse projetor. O PSD chumbou a proposta, o CDS abesteve-se, PS e CDU votaram pela proposta do Bloco.

Assembleia Municipal
Janeiro 8, 2013 12:38 PM

O Bloco de Esquerda propôs um voto de louvor ao Festival de Cinema Luso-Brasileiro levado a cabo pelo Cineclube da Feira e que decorreu no mês de dezembro. Para o Bloco, "com muitas sessões e com o objetivo tanto de homenagear os consagrados, como de descobrir os novos talentos no cinema português e brasileiro, o Festival Luso Brasileiro é incontornável na cena cultural da região". Este voto foi aprovado por unanimidade.

Assembleia Municipal
Janeiro 8, 2013 12:30 PM

O Bloco de Esquerda propôs que fossem distribuídos pequenos almoços e lanches nas escolas do concelho de Santa Maria da Feira, onde a crise social se aprofunda e onde são cada vez mais as notícias de crianças que vão para a escola sem qualquer refeição. PSD e CDS chumbaram a proposta do Bloco.

Assembleia Municipal
Janeiro 8, 2013 12:18 PM

O Bloco de Esquerda apresentou uma moção de repúdio pela implantação de comunidades intermunicipais - CIM - que são, na verdade, órgãos supramunicipais, para os quais a população está impedida de votar e que servirão, no imediato, para criar muitas dezenas de cargos políticos, remunerados a peso de ouro. PSD e CDS chumbaram a moção.

Opinião

Urge terminar com o rentismo e com a gritante promiscuidade entre o interesse público (o interesse de todos os utentes) e o interesse privado (numa procura cega pelo lucro). O “regime convencionado” onde o Estado paga ao setor privado para realizar exames ou análises e onde se gastam mais de 1.200 milhões de euros, é um exemplo paradigmático da incompatibilidade entre um serviço de saúde público e os interesses privados. 

As habitações deixadas ao abandono e degradadas são um perigo para a sociedade, para a integridade física e para a saúde pública; além de ser um inegável desperdício de recursos, quando existem tantas e tantos a necessitar de habitação. Numa contagem de 2017, existiam em Aveiro cerca de 325 imóveis degradados, tendo ocorrido recentemente algumas derrocadas que até a data felizmente não causaram vítimas