Share |

Bloco exige replantação de árvores na Quinta do Engenho Novo

Os dias de mau tempo deixaram vários estragos na Quinta do Engenho Novo (Paços de Brandão, Concelho de Santa Maria da Feira), conforme visível em fotos em anexo. Várias árvores foram arrancadas pela raiz, outras partidas pelo tronco.

O saldo final é que é o mais trágico de tudo: aquela zona onde recentemente se abateram árvores de grande porte com muitas dezenas de anos, perde novamente muitas árvores, transformando-se radicalmente o espaço para pior.

Poder-se-á dizer que dias de mau tempo como os que se abateram sobre o território nacional não se podem controlar. É verdade, mas não podemos ignorar que há muito pouco tempo houve uma ação sobre esta zona que passou pelo abate de muitas árvores, tendo-se remexido a terra e o solo, também. Essa intervenção fragilizou, certamente, esta zona, deixando-a mais vulnerável aos ventos e à chuva. As árvores perderam a proteção que era feita pelas outras árvores abatidas e o solo, depois de remexido, permitiu que muitas árvores fossem arrancadas pela raiz.

É, por isso, urgente tirar lições desta situação e perceber que é necessário tratar os espaços verdes com planeamento e com racionalidade.

O Bloco de Esquerda propõe que todo o espaço da Quinta do Engenho Novo seja alvo de uma ação de reflorestação, sob pena de em pouco tempo não restar nada de espaço verde naquela zona.