Share |

Falta de assistentes operacionais na escola EB1/JI do Cavaco, em S. M. da Feira origina bullying entre os alunos

Falta de assistentes operacionais na escola EB1/JI do Cavaco, em Santa Maria da Feira origina bullying entre os alunos

É do conhecimento geral que a Escola EB1/JI do Cavaco, em Santa Mara da Feira, sofre de carências de meios humanos. A necessidade de contratação de mais assistentes operacionais torna-se cada vez mais preocupante, colocando em causa a segurança dos alunos.

Ontem, dia 16 de novembro de 2017, pelas 13h30, ocorreu um episódio de bullying, testemunhado por vários encarregados de educação que se encontravam no exterior das instalações da escola, aguardando a saída dos seus educandos.

No momento da ocorrência, não estavam presentes assistentes operacionais no recinto, encontrando-se apenas uma assistente operacional na portaria, a realizar o controlo de entradas e saídas, não podendo, por isso, abandonar o local onde se encontrava, e, não podendo deste modo socorrer o aluno que estaria a ser agredido.

O episódio sucedido e relatado no presente documento é, de facto, inaceitável e não pode ser tolerado numa sociedade moderna e civilizada. No entanto, é do conhecimento do Bloco de Esquerda que os episódios de bullying são recorrentes na Escola EB1/JI do Cavaco.

Face à gravidade da situação, o Bloco de Esquerda já questionou a Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, que é a responsável pela contratação dos assistentes operacionais. Ler aqui o requerimento apresentado por Moisés Ferreira e Salomé Ventura

AnexoTamanho
requerimento_escola_do_cavaco.pdf157.94 KB